quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Diferenças

Diferenças.

Obvio que somos diferentes.

Mas nós dois somos mais.
Um, velas do barco.
Outra, âncora.
“âncora, vela,
qual me leva?
Qual me prende?”


eu te levo.
E me prendo a ti.


Adoro quando chove.
Me lembra
aquele

domingo.

Nós dois.

Naquele parque
vazio.

O primeiro toque
da minha mão na tua.