quinta-feira, 10 de março de 2011

Meus fins


     Mais  um dia sem ninguém. o que não tem fim, sempre acaba assim. e o final não vai ser feliz como o filme diz. sinto falta. mas jã não sei. já não sinto. talvez eu nunca tenha sentido. eu queria ser inglês. o tempo sempre ajuda quando a gente precisa. tô precisando viu. Naufrago em mim de novo. espero que isso sirva pra alguma coisa. o que começa num bar, termina num bar. Sescrevendo. Se escrevendo. se eu soubesse antes, o que sei agora... sei lá o que faria.


 Precisando, tô aqui. Mas não do mesmo jeito. Não  consigo mais. Fracassei  de novo. É uma quase-certeza. Só errei na escolha. O resto estava fadado a dar errado. Só queria chegar perto o suficiente do teu ouvido. Só queria. Pra poder te dizer o que preciso. Acabou, meu bem. É o fim da linha. O fim da nossa linha.